Sementes ao vento – o início
Prosthechea cochleata com cápsulas de semente

Quando na natureza uma cápsula de sementes de orquídeas se abre, abre-se também um novo leque de possibilidades: Cada semente, das milhares que a cápsula guarda, é uma nova esperança, um novo começo, uma nova oportunidade de sucesso.
É com esta metáfora que iniciamos também este nosso projecto – o C.O.P. – CLUBE DOS ORQUIDÓFILOS DE PORTUGAL – e, tal como uma cápsula de orquídea, este é um projecto que encerra dentro de si muitas possibilidades de sucesso, de confraternização, de boa disposição, de amizade, de aprendizagem e de partilha. Tudo isto à volta das ORQUÍDEAS.
Hoje é o dia. A cápsula abriu e as sementes são transportadas pelo vento em todas as direcções. Algumas terão dificuldades, outras terão um caminho difícil para percorrer, mas muitas vingarão e vão originar bonitas plantas e flores de cores e perfumes maravilhosos. Assim será o CLUBE DOS ORQUIDÓFILOS DE PORTUGAL, que terá projectos que correrão bem, outros que não serão tão bons, uns não passarão de ideias, outros serão realizados com grande sucesso. Estamos cá para isso tudo.
Para começar agradeço todo o apoio e incentivos que recebi de tanta gente para avançar com este projecto. Sem vocês, para o que der e vier, isto não era possível. 
Em particular, deixo aqui em público o meu muito obrigado aos outros pilares deste clube e que estão comigo desde o início: Mário Couto, Paulo Assunção, Ina Dias, Maria de Jesus Alexandre, Luís Gonçalves, Ilídio Maria, Inocência Gonçalves, Ana Cabanas e ainda a Susana Novaes, Dora Russo e Rogério Gonçalves. Acredito que o saldo vai ser muito positivo e que nos vamos divertir!
E agora as portas estão abertas, as sementes voam com o vento. Estamos à vossa espera. Juntem-se a nós. Queremos fazer muito mas não o conseguimos sozinhos. Façam-se sócios. Divulguem. Participem. Isto sem vocês não tem tanta piada.
Saudações Orquidófilas,
José M. M. Santos
Presidente do Clube dos Orquidófilos Portugueses

Sementes de orquídea prontas a serem espalhadas pelo vento

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios *